Vaga para Oficial De Monitoria, Avaliação E Aprendizagem

Vaga para Oficial De Monitoria, Avaliação E Aprendizagem
Vaga para Oficial De Monitoria, Avaliação E Aprendizagem

29 Novembro, 2019

RECEBA VAGAS NO SEU EMAIL:

Informamos que todas as oportunidades de emprego publicadas no site VAGAS.INFROMOZ, sem excepção, não implicam qualquer custo para os candidatos

A Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP – Moçambique), financiado pela USAID Moçambique, irá implementar nas províncias de Nampula e Zambézia um programa denominado “Engajamento da Comunidade na Educação Bilíngue”, para tal, pretende recrutar para o seu programa, 1 Oficial De Monitoria, Avaliação E Aprendizagem.

 Objectivos do programa

Aumentar a conscientização dos pais e da comunidade sobre a importância da educação bilíngue, fortalecer o papel do conselho escolar de responsabilizar aos professores e directores das escolas para a prestação de serviços aprimorados, a ser medida pelas taxas de absentismo de professores e alunos, taxas de participação e na participação das meninas e os resultados da aprendizagem. No final do programa, nos distritos atendidos, pais, cuidadores e líderes comunitários devem se envolver mais no apoio ao EGR em casa e na comunidade. As partes interessadas devem poder exigir maior responsabilidade dos professores e administradores, para ajudar as pessoas do sistema que estão tentando fazer a mudança acontecer.

 Objectivo da Vaga

As principais responsabilidades do Oficial de Monitoria, Avaliação e Aprendizagem (MEAL) são de supervisionar o planeamento, a avaliação, a gestão e a monitoria de um programa. O oficial de MEAL será responsável pelas operações do sistema de MEAL do programa a nível central. Revisar e consolidar os dados de todos os locais em que o programa está sendo implementado; elaborar relatórios ao doador; desenvolver e harmonizar sistemas e ferramentas de dados.

Qualificações necessárias:

  • Licenciatura em Educação, Gestão de TIC, estatística, epidemiologia ou áreas afins;
  • Capacidade comprovada de utilizar uma ampla variedade de aplicativos de software, incluindo aplicativos de banco de dados;
  • Experiência mínima de sete anos na criação e implementação de programas MEL,
  • Especialização significativa na prestação de assistência técnica ao pessoal do governo do projeto/país anfitrião que trabalha nas atividades da MEL;
  • Experiência prévia no sector da Educação Moçambicana desejável, mas não exigida, de preferência incluindo experiência com coordenação a nível nacional e/ou provincial;
  • Fortes habilidades de comunicação oral e escrita em português e inglês.

Como se candidatar

Os interessados deverão submeter até ao dia 03 de Dezembro de 2019, preenchendo o formulário do link: https://form.myjotform.com/93313304621547.

Nota: Serão apenas contactados os potenciais candidatos para as entrevistas.

DISCRICAO
VAGAS NÃO SE PAGA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *